Grupo Silvana Carvalho

O financiamento imobiliário se tornou mais simples nos últimos anos, mas nem por isso as pessoas deixaram de ter dúvidas para adquirir o imóvel próprio. O sonho da casa própria está mais acessível e para isso é importante conhecer as modalidades de crédito disponíveis no mercado. Quando mal escolhido e sem cuidado, a exemplo do comprometimento de mais de 30% da renda, pode gerar incômodos indesejados. Conheça as principais modalidades de financiamento.

O Sistema Financeiro de Habitação (SFH)

O SFH é regido pela Lei 4380/64, tendo como recursos do fundo de garantia (FGTS) e da poupança. Trata-se de um tipo de financiamento criado para atender a diferentes faixas salariais: famílias que ganham até 05 salários mínimos; as famílias com renda até 20 salários que recebem mais de 20 salários por mês. Nesse tipo de financiamento, o valor oscila conforme a renda do comprador. O diferencial do SFH é o cunho social, a exemplo do Programa Minha Casa, Minha Vida. Entre as normas, estão as taxas de juros limitadas a 12% ao ano.

Carteira Hipotecária

A vantagem da Carteira Hipotecária é a possibilidade de negociação livre entre o interessado e  o banco. Apesar de se assemelhar ao SFH, há uma diferença determinante para a escolha e é a taxa de juros, que gira em torno dos 16% ao ano. A facilidade em utilizar a Carteira Hipotecária se da pelo fato de não ser necessário obedecer regras pré-fixadas em lei. Trata-se de uma modalidade de financiamento indicada para as classes média e alta.

Tanto a Carteira Hipotecária quanto o SFH determinam que desde a assinatura do contrato o comprador passa a ser o proprietário, entretanto o imóvel permanece vinculado a instituição por meio de hipoteca como garantia. Funciona da seguinte forma: você compra o imóvel da construtora ou do antigo proprietário e passa a ser o dono, mas ele será a garantia para o banco que emprestou o dinheiro. A prática é chamada de Garantia Hipotecária e é totalmente legal.

Financiamento com Construtora

O Financiamento com a construtora é semelhante ao oferecido pelas instituições bancárias, inclusive na taxa de juros, normalmente de 12% ao ano. O índice não ultrapassa a inflação anual, contudo é importante se atentar as taxas intermediárias, normalmente cobradas pelas construtoras. A vantagem está, principalmente, nos pré – requisitos para a compra, que são normalmente mais flexíveis, uma vez que a construtora já possui o imóvel como garantia. Antes de fechar negócio, busque informações sobre a empresa e o PROCON da cidade.

Sistema Financeiro Imobiliário (SFI)

Trata-se de um novo sistema que ainda está sendo assimilado pelo mercado. A diferença para as demais modalidades é que dinheiro para a compra do imóvel não é proveniente da poupança do FGTS e sim dos papéis de aplicação de companhias nacionais e estrangeiras no mercado. A vantagem é o grande capital, mas há desvantagens como a alienação fiduciária, em que os compradores só tem a propriedade do imóvel após pagarem a última prestação e até lá recebem a concessão de uso.

Todo cuidado é pouco

Antes de optar pelo tipo de crédito que irá adotar para a compra do imóvel é importante esclarecer todas as dúvidas com um profissional. Em Itu e região, a empresa mais indicada é a Silvana Imobiliária, que possui anos de atuação e experiência no mercado, além de consultores especializados para atender bem aos clientes. Aqui  você vai conhecer dicas para seguir antes de financiar o imóvel.

Quer conhecer mais sobre os serviços e soluções da Silvana Carvalho – Assessoria Imobiliária? Fale com a gente ou fique ligado no nosso blog  – Aqui são postadas informações de grande valia para quem quer comprar, vender ou alugar um imóvel.

 

Saiba como funciona a energia solar e quais são os benefícios de possuí-la no seu imóvel
16 ago
Arquitetura Curiosidades

Saiba como funciona a energia solar e quais são os benefícios de possuí-la no seu imóvel

A energia solar para imóveis, traz benefícios para o meio ambiente e para os seus investimentos. Saiba como funciona e […]

leia mais
Comprar ou alugar: o que é melhor?
26 out
Administração de imóveis Economia

Comprar ou alugar: o que é melhor?

Comprar ou alugar um imóvel comercial ou industrial é um tema de muitas dúvidas entre quem está começando a empreender […]

leia mais